Dom José Tolentino nas Conversas APAN a 15 de junho

Dom José Tolentino nas Conversas APAN a 15 de junho
18/05/2021 Ana Grácio

Dom José Tolentino nas Conversas APAN a 15 de junhoAs “Conversas APAN” estão de volta e a segunda edição promete, no mínimo, ser tão boa como a estreia. Realiza-se a 15 de junho, a partir das 09h30, com emissão em direto na plataforma APAN Future Lab. O céu é o limite e o orador principal é o cardeal Dom José Tolentino de Mendonça, arquivista e bibliotecário do Vaticano. “Melhor Crescimento, Melhor Sociedade, um Mundo Melhor” é o tema da intervenção que aborda os tempos novos que vivemos, que apelam a um repensar do marketing e dos negócios na sociedade e na vida das pessoas.

Seguramente uma reflexão interessante de um homem inspirador e com uma capacidade de diálogo inigualável, capaz de fazer pontes, onde elas parecem mais difíceis. Poeta, sacerdote e professor, trata-se de uma pessoa da cultura capaz de dialogar com o mundo e discernir sobre os caminhos que ele pode levar.

Segue-se uma mesa redonda, onde o objetivo é colocar em confronto diferentes experiências de liderança na sociedade, no mundo e nos negócios e a forma como empresas e instituições estão a encarar os desafios fundamentais que estamos hoje a enfrentar.

Há uma nova agenda para a Humanidade e a pandemia só em parte é que explica um movimento que já estava em marcha. Uma agenda que fala de valores, causas, inclusão, igualdade, conhecimento, frugalidade, ativismo, transição digital e verde. Uma agenda que questiona as marcas, ousa debater todos os tabus, não tem amarras ideológicas, respeita as minorias.

A pandemia acelerou uma tendência e obrigou a indústria do marketing a tomar posição, a procurar novas soluções, onde não basta dizer que estamos com esta ou aquela causa. O marketing pode posicionar-se como um poderoso acelerador na transição para uma sociedade mais sustentável, mais inclusiva, que rejeita o discurso do ódio, promove a neutralidade carbónica.

Estamos, provavelmente, perante a maior transformação social e económica, pelo menos no Ocidente, desde o pós II Guerra Mundial. Esta é a altura para o marketing e as marcas se posicionarem como forças do bem e de crescimento assente em princípios que verdadeiramente interessam às pessoas e ao planeta.

Para percebermos como podemos fazer esse caminho temos, mais uma vez, líderes de referência no nosso país, nas suas áreas respetivas, o que faz com que estas “Conversas APAN” sejam mesmo imperdíveis.

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*